top of page

[DISSERTAÇÃO] Sentidos de comunidade, saberes da natureza e resistências socioculturais


TÍTULO


Sentidos de comunidade, saberes da natureza e resistências socioculturais do morro da formiga, Rio de Janeiro


AUTORA


Aurea Rachel de França Pereira


RESUMO:


A partir das narrativas, memórias e vivências durante o processo de imersão no Morro da Formiga, o objetivo do estudo, realizado em coautoria com as(os) moradoras(es), foi identificar e refletir acerca dos sentidos de comunidade que compõem o local. Para isso foram buscados alguns marcos de mobilização comunitária e protagonistas dispostos a compor o trabalho. Observou-se a relação com os saberes da natureza e as formas de resistência sociocultural local. A partir de narrativas orais, tematizadas por questões comunitárias na metodologia de Pesquisa Colaborativa, foram levantadas as questões supracitadas para moradores sugeridos através da rede de indicações. Utilizando um referencial teórico da Psicossociologia e da Sociologia, buscou-se reflexões produzidas em processo coletivo acerca dos sentidos de comunidade a partir das memórias de bairro da Formiga para seus moradores. Ao final do processo sugere-se que existe uma íntima relação dos moradores do Morro da Formiga com a natureza, de tal forma que pensar essa distinção perde o sentido, visto que, ser humano e natureza não se dissociam no cotidiano.



Palavras-chave: Morro da Formiga; psicossociologia; sentidos de comunidade; resistência sociocultural; saberes da natureza.






Kommentare


bottom of page